Header Ads

Professores da UEPB decidem entrar em greve

Segundo ADUEPB, a categoria acumula mais de 25% de defasagem salarial nos últimos anos


Os professores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) decidiram decretar estado de greve na manhã desta quarta-feira (7), durante assembleia geral da categoria. Os professores analisaram um indicativo e poderiam iniciar uma greve, mas avaliaram que, devido a proximidade das férias, a tendência é um esvaziamento da universidade e uma desmobilização da categoria.

Com isso, eles poderão iniciar o ano de 2017 com uma greve por tempo indeterminado, caso o Governo do Estado não abra um canal de negociação com a categoria para discutir uma reposição salarial. Segundo a Associação dos Docentes da UEPB (ADUEPB), a categoria acumula mais de 25% de defasagem salarial nos últimos anos e, desde o início de 2016, está com suas progressões suspensas por uma lei estadual.

Para intensificar a mobilização e preparar a categoria para novos embates políticos em 2017, a categoria deliberou a criação de uma Comissão de Mobilização, que atuará em conjunto com a diretoria da ADUEPB.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.