Header Ads

VEJA VÍDEO - Repórter da GloboNews é agredida durante entrada ao vivo em cobertura de rebelião



A repórter Larissa Carvalho foi vítima de uma agressão enquanto falava, ao vivo, sobre uma rebelião em um presídio em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG). A agressora a derrubou e, em seguida, foi detida por um policial. A cena foi exibida no “Jornal GloboNews – Edição da Meia-noite” por volta de 0h10 desta terça-feira (17).

A reportagem foi interrompida e a imagem voltou para o estúdio, onde estava o apresentador Bernardo Menezes. Pelo relato que a jornalista fazia no momento em que foi empurrada, supõe-se que foi uma parente de preso que a atacou.


Alguns minutos depois Larissa retornou, protegida por policiais, para informar que estava bem: “Tá tudo bem. Foi um susto, mas tá tudo bem, sim”. A agressão, segundo o seu relato, ocorreu depois que alguns parentes de presos não concordaram com uma informação que ela havia dado — de que, conforme a PM, não há feridos dentro do presídio.


Ainda segundo Larissa, a presença de uma ambulância se explicaria pelo excesso de fumaça dentro do local, o que pode ter causado intoxicação em algum preso. A jornalista informou também que o número de presos em Ribeirão das Neves é o dobro da capacidade da prisão.


Uma hora depois, em nova edição do “Jornal da GloboNews”, o noticiário sobre a rebelião em Ribeirão das Neves foi exibido sem entradas ao vivo de Larissa. A emissora não fez nenhuma referência ao caso neste telejornal.


Também já de madrugada, a jornalista apareceu no “Jornal da Globo” falando da rebelião. Foi uma reportagem gravada, não ficou claro se antes ou depois do incidente exibido ao vivo pela GloboNews. Em todo caso, William Waack, que apresenta o telejornal da Globo ao vivo, não fez menção nenhuma à agressão sofrida por Larissa.


A agressão a Larissa foi tema do “Hora 1″, da Globo, exibido a partir das 5h. A apresentadora Izabella Camargo mostrou as cenas do ataque à jornalista e informou: “Ela sofreu apenas escoriações no braço e registrou Boletim de Ocorrência. A mulher foi presa.”


Créditos: UOL

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.