Header Ads

Vídeo: "Prefeito se encontra em situação de se pedir o afastamento dele", diz Vereador em Rio Tinto

Vereador Ramos Pessoa usou a tribuna
por cerca de 15 minutos
Na última quarta-feira (19) aconteceu mais uma sessão na Câmara Municipal de Rio Tinto que, por mais uma vez, foi bem movimentada e teve ânimos exaltados entre os pares da casa.

A presença marcante da população nas galerias da Casa Ponciano Pessoa dava o tom de como seria a sessão, que por mais uma vez trouxe à público diversas reivindicações de alguns vereadores de oposição que vem cobrando melhorias na gestão do atual prefeito Fernando Naia. Dentre eles, o vereador Ramos Pessoa (PSDB) foi o que teve discurso mais acentuado.

O vereador iniciou seu discurso cobrando postura de 'fiscalizadores' dos demais vereadores. 

Em seu discurso, Pessoa fraseou que "o Prefeito não está sabendo administrar Rio Tinto" e que estaria agindo de forma irresponsável com alguns temas importantes como saúde, educação e infraestrutura.

- "Quero dizer ao Senhor prefeito, que é preciso... Já que você, que nunca foi vereador, nunca foi vice prefeito, nunca foi presidente de sindicato, nunca representou nada... Hoje se encontra sem bagagem para administrar." Disse o vereador do PSDB em outro trecho de seu discurso na tribuna.

A fala que mais chamou a atenção na sessão foi quando o presidente da câmara, vereador Pessoa chegou a dizer - "O Senhor Prefeito, hoje, não está sabendo administrar Rio Tinto. O senhor prefeito , hoje, se encontra em uma situação 'que eu não quero dizer ela', que é a gente pedir o afastamento dele." O vereador ainda completou questionando: - "Se em 4 meses ninguém acerta nada, como é que vai acertar em 4 anos?"

Confira o vídeo com trechos da fala do vereador:

Ainda em seu discurso na tribuna, o vereador citou problemas com o hospital municipal, coleta de lixo, transporte de estudantes e de pacientes, entre outros temas.

Em contraponto, os vereadores da situação, Barra, Peu da Galinha e Cacique Sandro saíram em defesa da administração municipal e, em suas falas alegaram pouco tempo de administração para se pedir o afastamento de um gestor, além de recordar problemas causados, segundo eles, por administrações passadas e que não haveria tempo hábil para resolver.

Paraibaki

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.