Header Ads

Romero diz que “seria uma honra” ter o apoio de Maranhão, mas considera “lógica” candidatura do senador ao governo

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), disse, nesta segunda-feira (11), ver como “lógica” a pré-candidatura do senador José Maranhão (PMDB) ao Governo do Estado em 2018. Segundo ele, a tese do PMDB de candidatura própria é a mesma que ele defende dentro do seu partido, o PSDB, como uma fórmula de estimular os debates em busca do melhor nome da oposição para disputa.

“Eu acho que ele está na lógica correta. Você não pode, em um período tão grande como esse, já se dar como vencido em uma eleição estadual que vai acontecer no próximo ano. Se for para obedecer a lógica, que eu também defendo, o PSDB precisa ter alternativa de candidatura. De certa forma, esse debate só vai se concretizar no próximo ano. Por que você já vai frustrar uma opção de estimular a população a refletir em torno de uma candidatura?”, declarou.

Reafirmando que irá trabalhar pela união das oposições para 2018, o prefeito campinense comentou a possibilidade de Maranhão apoiá-lo na disputa de governador. “Eu tenho muito respeito por ele. Estou com um relação mais próxima recentemente, inclusive sobre demandas de Campina Grande junto ao Senado. Pra mim seria um prazer muito grande ter o apoio dele”, disse.

Segundo Romero, a tese de sua candidatura tem sido discutida com o senador tucano Cássio Cunha Lima, de quem tem tido todo e qualquer apoio. “Ele sabe disso e concorda. Não tinha tido dificuldades no PSDB paraibano”, afirmou.

O prefeito ponderou ainda que o candidato das oposições seja definido com base em comparação de gestões, além de pesquisas quantitativas e qualitativas, sendo “analisado tecnicamente”.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.