Header Ads

Técnico diz que não pode mudar time inteiro do Roma por Salah

Goleado por 5 a 2 pelo Liverpool no jogo de ida, o técnico italiano Eusebio Di Francesco disse em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira que a Roma não pode alterar tanto seu esquema tático para conter Salah. Autor de dois gols e duas assistências na Inglaterra, o atacante egípcio é o foco das atenções para o confronto decisivo de quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), pelas semifinais da Liga dos Campeões – a TV Globo e o GloboEsporte.com transmitem ao vivo, com pré-jogo no site a partir de 15h.

– Nós não podemos mexer uma parte da equipe para marcar um jogador que foi decisivo ou mandar a nossa equipe toda marcar o Salah. Existem mecanismos para melhorar. Eu já ouvi falar de defender com três e não com cinco. Ou falar de 4-3-3 quando defender ou fazer um 4-5-1. É preciso ter aplicação e atenção, sabendo que Salah tem uma qualidade impressionante em ir verticalmente. Precisamos melhorar as situações de leitura de jogo e não podemos colocar três jogadores marcando Salah – disse Di Francesco.

O técnico ainda demonstrou confiança no oportunismo do centroavante bósnio Dzeko. A Roma precisa fazer ao menos três gols para avançar. Os placares de 3 a 0 e 4 a 1 servem ao time italiano. Caso consiga repetir o 5 a 2 de Liverpool, leva para a prorrogação. A partir de 6 a 3, quem passa é o Liverpool.

– Todos os jogadores devem se sentir responsáveis e honrados por isso, ainda mais Dzeko, um dos mais representativos do time. Espero que, como o Salah no primeiro jogo, ele seja determinante em uma virada no jogo de volta. Eu passo esta responsabilidade para ele porque um jogador com as suas qualidades e seu potencial pode ter isso. Assim como Nainggolan, que me disse que pelo menos faz um gol amanhã – disse Di Francesco, referindo-se ao volante belga da Roma.

Ao seu lado, Nainggolan confirmou a promessa. E admitiu que o nervosismo pode ter atrapalhado a Roma no jogo de ida pela inexperiência dos jogadores em etapas decisivas de Liga dos Campeões.

– Nós estávamos jogando uma semifinal pela primeira vez… Podemos ter ficados nervosos. Começamos bem, aí tomamos o primeiro gol, o segundo. Estamos cientes dos erros. Temos que melhorar em muitos aspectos. Temos que tentar ser mais consistentes no jogo – disse Nainggolan.

O volante ainda fez comparação do desafio de superar o Liverpool com a façanha na fase anterior, quando a Roma eliminou o Barcelona depois de perder por 4 a 1 fora de casa e ganhar por 3 a 0 na Itália.

– Sabemos que seria difícil e poderíamos virar. Acho que será diferente em relação ao Barcelona, porque o Liverpool é um time melhor fisicamente – disse Nainggolan.

Globoesporte

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.