Header Ads

Segura coração, ou melhor, segura a onda seu João - Por Marcos Moura

Radialista Marcos Moura
Colunista político no Paraíbaki
Parece que não acaba mais, aliás parece que tá só começando. Nem bem seu João Azevedo sentou no Palácio da redenção e eis que desataram o nó e a sangria nas mídia locais e nacionais se soltaram dos garrotes e a hemorragia começou. 

Ainda em meados de dezembro, mais precisamente em 14 daquele mês, eis que surge a figura do GAECO- RJ que adentra como por uma necessidade urgente, Hospital de Traumas adentro, saindo de lá com apreensão de documentos e computadores e prisão de representantes da pseuda Cruz Vermelha, ou a cruz que carregamos bastante PESADA.

Coincidência ou não, naquele 14 de dezembro, trazia o diário oficial do estado a sanção de uma propositura da deputada Estela Bezerra, que premiara a pseuda Cruz com o título de "Entidade de relevante serviços prestados aos paraibanos" e lhes concedendo o título de empresa de interesse público. Ora ora deputada, que infeliz coincidência. Bem no dia 14. E não parou por aí a SANGRIA.

O GAECO-RJ seguiu o seu rumo em busca de desvendar o tamanho da SANGRIA. Tiveram suas casas visitadas pelo grupo especial os ex e atuais secretário estaduais de RC e agora de seu João, Livania Farias e Waldson Souza. Seu João, é bem verdade, não ficou inerte, já que logo no início do ano, colocou sob intervenção da procuradoria do estado, as casas de saúde aonde operam a pseuda Cruz, a dizer: Hospital de Emergência e Trauma da Capital , Hospital Don José Maria Pires de Santa Rita é o Hospital Geral de Mamanguape. 

Pois bem. Seu João bem respirou e eis que surgem denúncias de investigação e mal uso de recursos públicos, desta vez saindo da saúde e adentrando a educação de nosso estado, com as tais OS's trazidas para a cena paraibana também pelo ex-governador Ricardo Vieira Coutinho. Desta feita se somam às cifras investigadas de mais de um bilhão de reais da Cruz que carregamos bastante PESADA, mais de duzentos milhões atribuídos aos desmandos das OS's da educação paraibana. 

Bom, parou por aí?  Não.

Agora surge o vazamento de dois ilustres secretários de hoje e de antes, com Ricardo e com seu João, dando um jeitinho de arrumar uma licitação no mínimo digno de profunda investigações. Ainda sem contar que pelo meio do caminho, no dia 2 do mês em curso, onde seu João levou um grande balão de aliados na votação do segundo tempo da mesa diretora da Assembleia Legislativa 2021/2022. 

Segura coração, ou melhor, segura a onda seu João. 

Marcos Moura

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.